O semeador saiu para semear

Posted By: admin on Jan 17, 2013 in Clube
313678_103480286423461_5646893_n

A parábola do semeador mostra-nos que a semente lançada à terra pode gerar frutos abundantes ou morrer e ficar por isso mesmo. A semente cultivada num terreno fecundo, ao gerar frutos é admirada por todos e torna-se algo de apreciação; ao contrário, ninguém se lembra dela e cai no esquecimento.

O semeador visa mostrar-nos o rendimento da semente conforme a terra. Ao trazer esta passagem bíblica para a nossa realidade confrontamos com o tipo de terreno que estamos a ser e a forma como acolhemos essa semente.

Na Canção Nova ao acompanhar os jovens há dois anos de forma contínua e planeada com vários tipos de encontros sequenciais, posso dizer que a ´semente caiu em terra boa. Esta semente está a gerar frutos abundantes e é admirada por todos nós. Assim como uma árvore repleta de seus frutos, a Canção Nova vê em cada jovem um fruto para a Igreja.

Vimos neste tempo a vida de muitos jovens serem transformadas pela força da palavra de Deus e pela ação do Espírito Santo. Testemunhos de verdadeira conversão revelam o terreno que estamos a semear. Ao sentirem-se tocados, receberam a graça de perdoar. Conheço jovens que de facto passaram a viver o mandamento do amor. A primeira transformação na vida de um jovem é a volta “à casa do Pai” como podemos ver na parábola do Filho pródigo. Mesmo ao viver com os pais muitos deles se sentiam distantes pela falta de união na família, e o interessante é que eles próprios passaram a viver essa união através dos seus testemunhos. Há perdão, há amor, isso tudo gera unidade e aquele clima próprio de família que se ama e luta para ser melhor. Mesmo aqueles que ainda não conseguiram viver esse amor pleno nas suas casas, não desistem de lutar, pois sabem que mais cedo ou mais tarde vão receber essa graça.

Algo muito importante na vida dos jovens é a vivência da sua afetividade e sexualidade de uma forma sadia e de acordo com os princípios cristãos. Ao longo deste tempo vejo como eles compreenderam o verdadeiro sentido dessa vivência, mesmo distantes um dos outros permanecem unidos pelos laços de amizade construídos. O clima de fraternidade criado nos encontros contribuíram para que rapazes e raparigas vivessem um convívio sadio e sem malícia. É a beleza do masculino e do feminino relacionando-se e partilhando os dons e talentos.

Queremos neste ano que se inicia continuar a lançar a semente, pois sabemos que muitos terrenos estão a espera de uma semente de amor e felicidade.

Desejo que os jovens abram os vossos corações para a semente que o Espírito Santo quer lançar e vivam o Reino de Deus aqui na terra.

Evaldo Costa

Missionário da Comunidade Canção Nova de Portugal

leave a comment