Falsos Cristos, Falsos Messias e Divina Providência

Posted By: admin on Jan 18, 2012 in Formação
Young Girl Holding a Plant

Jesus conversa com os fariseus e os Seus discípulos sobre a vinda do reinado de Deus:

Interrogado pelos fariseus sobre quando chegaria o Reino de Deus, Jesus respondeu-lhes: «O Reino de Deus não vem de maneira ostensiva. Ninguém poderá afirmar: ‘Ei-lo aqui’ ou ‘Ei-lo ali’, pois o Reino de Deus está entre vós.»
Depois, disse aos discípulos: «Tempo virá em que desejareis ver um dos dias do Filho do Homem e não o vereis. Vão dizer-vos: ‘Ei-lo ali’, ou então: ‘Ei-lo aqui.’ Não queirais ir lá nem os sigais. Porque, como o relâmpago, ao faiscar, brilha de um extremo ao outro do céu, assim será o Filho do Homem no seu dia. Mas, primeiramente, Ele tem de sofrer muito e ser rejeitado por esta geração.” (Lc 17, 20-25)

O facto dos fariseus perguntarem a Jesus sobre a vinda do Reinado de Deus é sinal de que Jesus falava muito do Reino que deveria vir, e, num gesto de impaciência, eles foram até Jesus para ter uma resposta definitiva sobre o assunto. O Senhor não nos deve nenhuma satisfação; pelo contrário, temos de aguardar vigilantes e preparados para o Reino de Deus que há-de vir.

Retomemos o texto bíblico: “Jesus respondeu-lhes: «O Reino de Deus não vem de maneira ostensiva. Ninguém poderá afirmar: ‘Ei-lo aqui’ ou ‘Ei-lo ali’, pois o Reino de Deus está entre vós.»“. Jesus quer dizer que o Reino de Deus está entre nós; está em nós. Não está fora apenas; ele está principalmente dentro de nós. Está na nossa família, na nossa casa, no nosso grupo, na nossa comunidade… Ele está a acontecer entre nós.

O diálogo continua: “«Tempo virá em que desejareis ver um dos dias do Filho do Homem e não o vereis. Vão dizer-vos: ‘Ei-lo ali’, ou então: ‘Ei-lo aqui.’ Não queirais ir lá nem os sigais.” Irão dizer-nos: “O Messias está aqui, Ele apareceu lá; o cristo, o enviado de Deus, está em tal lugar.”

E o Senhor diz: “Vão dizer-vos: ‘Ei-lo ali’, ou então: ‘Ei-lo aqui.’ Não queirais ir lá nem os sigais. Porque, como o relâmpago, ao faiscar, brilha de um extremo ao outro do céu, assim será o Filho do Homem no seu dia.”

Isto vai acontecer. Nas palestras e conferências, nos grandes e luxuosos hotéis fazem-se convenções a dizer que existe um outro cristo, outro messias. É o que afirma a Nova Era. Ela anuncia a  a Era de Aquário. Afirma que a humanidade sempre esperou um Messias, e Jesus foi um deles. Mas conforme os aquarianos, Ele não foi bem sucedido, tanto assim que terminou numa cruz.

Afirmam que toda a era tem o seu principio, meio e fim. E assim acontece com a Era de Jesus, a era dos critãos: teve o seu principio, meio e agora está no fim. Esta era, a era de peixes, está no fim. A próxima será a de aquário, a nova era.

Portanto, segundo eles, a era de Jesus vai terminar e virá então a Nova Era. Virá outro messias que eles dizem ser “o verdadeiro”; os outros messias, dentre eles o próprio Jesus, foram a preparação para o novo messias. O “verdadeiro enviado”, ao qual eles dão o nome de Maitreya, vai trazer a solução para todos os nossos problemas porque ele não é apenas o mestre desta Terra, mas de todo o universo.

Afirmam ainda que ele vai solucionar o problema da fome no mundo, explicando que a questão é a má distribuição que gera fome em certos lugares e abundância noutros. Maitreya saberá como dividir os alimentos, como distribuir as riquezas e conduzir as economias deste mundo. Ele já tem um plano; é só a humanidade pedir que Ele traga a solução e nós teremos um “paraíso” sobre a Terra, onde não haverá mais fome e todos terão o necessário.

Os adeptos da Nova Era dizem que, no projecto do “novo e verdadeiro messias”, todos terão trabalho, salário, e com isto, a solução dos problemas. Maitreya tem um projecto para garantir saúde para todos; pobres e ricos, sem excepção. Todos terão direito ao estudo; não só as crianças, mas também os jovens. Não só os ricos, mas também os pobres poderão ir para as universidades. Todos poderão exercer a profissão de acordo com o estudo que tiverem. Basta que a humanidade aceite e acolha “o verdadeiro enviado”: o cristo da Nova Era.

É importante que tenhamos conhecimento de tudo agora, antes que este plano seja colocado em prática, para não cairmos como “patinhos”. Para nós que temos fé, só o facto de dizerem que Jesus foi somente um Messias que preparou a vinda desse “verdadeiro messias” mostra-nos que se trata de uma grande mentira.

Costumam dizer: existe muita violência no mundo, ninguém tem segurança. Precisamos de ter as as nossas casas fechadas e ninguém pode sair à rua com tranquilidade porque é agredido, roubado e até assassinado. Maytrea tem a solução para a violência, que reina no mundo. Ele tem a solução para tudo. Ele vai acabar com a violência e todos terão paz e segurança.

Vejamos a palavra de Deus. São Paulo adverte-nos:

Com efeito, vós próprios sabeis perfeitamente que o Dia do Senhor chega de noite como um ladrão. Quando disserem: «Paz e segurança», então se abaterá repentinamente sobre eles a ruína.” (1Ts 5, 2-3a)

Prestemos atenção: o tempo do Filho do Homem está a chegar. Quando disserem “paz e segurança!”, o tal messias acabará com a violência e todos nós estaremos numa era de paz e segurança! É um indicativo para nós!

Não queremos fugir da realidade: a situação está a piorar cada vez mais; por causa da crise económica, há desemprego e consequentemente, falta de comida. Crise na educação, no trabalho, na saúde…  Tudo isto porque o mundo está construído nas bases do príncipe deste mundo: a sua base é o egoísmo.

O sistema actual é de injustiça e opressão. Foi o próprio príncipe deste mundo que instituiu este sistema na face da terra. Agora, com esta “quebra”, ele aparece como “bonzinho” dizendo-nos que vem aí o “salvador da pátria”, outro “messias”. Dizem os adeptos da Era de Aquário que Jesus não foi nada em comparação com este que é o “verdadeiro mestre do universo”. Ele é que vai trazer a solução. Mentira! Tudo isto é história de lobo com pele de cordeiro.

Infelizmente, muitas pessoas estão a “engolir” tudo isto. Diante a dura realidade que enfrentamos e da oferta fácil de um “cristo” que vai trazer a solução, muitos acabam por “engolir” esta mentira. É claro que no inicio ele vai trazer uma solução aparente, como a própria Bíblia nos diz. Mas a que preço? Qual o preço para nós entrarmos na Nova Era de prosperidade, de paz e segurança? O preço de aceitarmos este “novo cristo” e abandonar Jesus, o Filho de Deus vivo.

O que fala Jesus a este respeito? Ele virá nas nuvens do céu e vai instaurar na Terra o Reino de Deus que já está em nós. Então, a nossa parte agora é investir a nossa vida nesse reino e deixar que Ele cuide de tudo.

O Senhor sabe que passamos por grandes penúrias, porque deixámos que o sistema deste mundo dominasse a face da Terra. Por isso sofremos. Por isso há crise económica, desemprego, falta de alimento, de moradia. Reafirmo: a solução para as nossas vidas é investir tudo o que somos e possuímos no Reino e na justiça de Deus. É preciso fazer a experiência de buscar o Reino de e a justiça de Deus, certos de que todo o necessário nos será dádo por acréscimo.

Jesus, que é filho de Deus, foi até à cruz e deu o Seu sangue e a Sua vida por si. Este foi o preço! Se alguém der a vida por si como Jesus deu, aí sim. Esse falso messias que está a ser apresentado não deu, nem dará a vida por si; não dará o seu sangue, não irá para uma cruz, como o verdadeiro Messias foi por si. Pelo contrário, é um projecto de solução aparente por um tempo muito rápido. É preciso acreditar em quem deu a vida por si!

Diga ao Senhor do fundo do seu coração:

Que eu creia, Senhor! Que eu coloque toda a minha fé em Ti. Tu és o Cristo, o Filho de Deus! Foi o Senhor que veio a este mundo e deu a Sua vida por mim; viveu como homem por mim; foi condenado e foi até à cruz por minha causa; foi o Senhor que derramou o Seu sangue pela minha salvação; foi o Senhor que deu a vida para que eu tivesse a vida. É em Ti que eu creio, Senhor!  Não quero, de maneira alguma, acreditar nesse falso cristo, nesse projecto que, como dizem, será a solução para a humanidade.

Mesmo que eu sofra, Senhor, mesmo que passe por penúrias, não vou abandonar-Te. Não vou negar-Te. Sim, Senhor, mesmo que eu passe pelas maiores dificuldades, mesmo que seja pressionado por todos os lados, não vou negar-Te. Não vou aderir a esse plano que dizem ser a solução.

Dá-me a graça! Sei da minha fraqueza. Não quero acreditar em nenhum outro messias, a não ser o Senhor. Tu és o Cristo o Filho de Deus Vivo! Tu és o meu Salvador! Tu és o meu Senhor! Mesmo que passe por grandes dificuldades, ficarei contigo, Senhor. Não te abandonarei. Não aceitarei outros projectos! Eu fico contigo!”

Monsenhor Jonas Abib

Excerto do livro “Considerai como crescem os Lírios! A Providência Divina.  “

leave a comment