Depressão

Posted By: admin on Fev 05, 2013 in Testemunhos
depressc3a3o

Muito se fala ultimamente de uma doença chamada depressão mas mesmo assim por vezes está de tal modo avançado o seu estado que os médicos não sabem por onde começar o tratamento. Para evitar isso precisamos dar o primeiro passo, pedir ajuda a um profissional de saúde.

Psiquiatras não são para as pessoas que estão “loucas”, muito pelo contrário existem para tratar e evitar que a esse ponto cheguem. O pedido de ajuda deve ser espontâneo e imediato acarretando consequências se assim não for.

Em primeiro lugar tentaremos perceber porque andamos desanimados, acordamos um dia sem vontade de trabalhar e percebemos que algo está mal, a partir daí começa a ansiedade de tentar perceber o que se passa. Na nossa ignorância dizemos que foi apenas uma noite mal dormida em que acordamos como se não tivéssemos sequer passado pela cama e isso vai-se arrastando até ao dia em que tudo nos foge do controle e começamos a ficar ansiosos nervosos discutimos com tudo e com todos sem ponderar frases nem actos.

Encontrar o ponto inicial, o ponto de ebulição de tal estado torna-se prioritário na nossa vida e principalmente na nossa cabeça, adormecemos com dificuldade porque não encontramos no nosso dia normal nada que possa causar tal estado, acordamos cansados e a pensar porque estamos cansados e vai-se repetindo à medida que o tempo passa.

Um dia caímos em tal estado que tudo à nossa volta parece irreal, acordamos e parece que continuamos num sonho, sem saber distinguir a realidade do imaginário, esse é o dia que parece que enlouquecemos e nunca seremos normais, sofremos com a ansiedade generalizada, com a incompreensão de quem nos tenta ajudar dizendo-nos para levantar a moral quando nem imaginam que a vontade que temos é de desaparecer para que com isso desapareça o sofrimento causado pela tristeza, pela incerteza do dia seguinte, pela espiral de acontecimentos repetitivos que nos causam tanto sofrimento assemelhando-se a facas que nos cortam o peito lentamente.

Dar o primeiro passo antes deste último acontecimento evita esse sofrimento, precisamos tomar a decisão de parar quando assim tem de ser, precisamos ter consciência de que nada está perdido excepto o tempo que passamos sozinhos tentando lutar contra algo que um especialista percebe melhor que nós.

Pedir ajuda não é um acto de fraqueza mas sim um acto de coragem nobre porque reconhecemos que algo está mal em nós e que não merecemos viver dessa maneira introvertida, minúscula e vazia.

Ajudemo-nos uns aos outros encaminhando estas pessoas nossas amigas para um especialista mas sempre respeitando a sua vontade pois nestas alturas o doente pensa ser infalível e pode não ter ainda consciência de que algo está errado.

Fiquem com Deus

Filipe Barbosa,

Colaborador da Comunidade Canção Nova de Portugal

Discussion - One Comment

  • Nazaré Fernandes Fev 05, 2013 

    Aquilo que um médico me disse é que quando o doente já não está consciente que algo está errado com ele, quando ele afirma que os outros é que estão mal, aí sim é que a depressão já está bem instalada.

leave a comment